Participe da “HackHealth de Prevenção Combinada” em Brasília com tudo pago!

Nos dias 23 e 24 de junho a Hackathon Brasil irá apoiar em Brasília – DF um hackathon voltado para a área da saúde. 

O HackaHealth tem inscrições limitadas até o dia 04/06/2018 às 17h (horário de Brasília).
Essa competição é promovida pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis(IST), do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde (DIAHV/MS) com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e curadoria da Comunidade Hackathon Brasil.


A maratona que desafiará desenvolvedores e designers e pessoas da área da saúde a criar soluções digitais com um tema único e abrangente: “Desenvolver novas tecnologias de informação e comunicação com foco na prevenção combinada com jovens”.

Cada grupo, formado por até 8 integrantes, deverá apresentar uma solução que atenda o objetivo do evento.

Benefícios para os participantes:

O evento está aberto para participantes de qualquer estado do Brasil incluindo:

– Passagens aéreas de ida e volta;
– Hospedagem e alimentação;
– Auxílio deslocamento;

As inscrições são gratuitas!
Os candidatos poderão desenvolver as soluções  na plataforma que achar mais conveniente: um site, aplicativo mobile  e tudo mais que uma mente criativa possa conceber.
A maratona começa oficialmente no dia 23/06 e termina no dia 24/06, com trabalho ininterrupto das equipes. O julgamento acontece ao final do dia 24, conduzido por uma comissão formada por especialistas das áreas de TI e Saúde onde vencedores serão anunciados.

 

Inscrição:
Para se inscrever é necessário ser um Membro da Comunidade Hackathon Brasil. Acesse o site, faça seu cadastro e login na área de membros e se inscreva na competição!
Nota: Você não paga nada para ser um membro da Comunidade Hackathon Brasil e esse a sua conta poderá ser usada para novas inscrições.

Sobre a Prevenção Combinada:
A Prevenção Combinada é uma estratégia que faz uso simultâneo de diferentes abordagens de prevenção (biomédica, comportamental e estrutural) aplicadas em múltiplos níveis (individual, nas parcerias/relacionamentos, comunitário, social) para responder a necessidades específicas de determinados segmentos populacionais e de determinadas formas de transmissão do HIV.

Deixe uma resposta

Fechar Menu